Saiba quais são as principais causas e como lidar com as dores nos seios durante a amamentação

A amamentação é uma etapa primordial para o desenvolvimento do bebê. O leite materno possui diversas propriedades e características que promovem o crescimento do bebê e auxilia no desenvolvimento do seu sistema imune.

Quer saber mais sobre as vantagens do aleitamento materno? Confira aqui.

Apesar de ser um período importante, algumas mães possuem dificuldades, principalmente relacionadas a dores e desconfortos durante esse processo.

Principais causas dos desconfortos durante a amamentação

Existem diversas coisas que podem ocasionar dores e ou desconfortos durante a amamentação. Confira aqui quais são as principais causas que podem levar à dificuldades durante a amamentação.

Aumento da sensibilidade nos seios

Na gravidez, o corpo da mulher sofre diversas modificações, sendo elas hormonais ou físicas. Uma das principais alterações é o crescimento dos seios, sendo normal que eles fiquem mais sensíveis. Após o parto e início do aleitamento materno, essa sensibilidade pode aumentar, favorecendo ainda mais o aparecimento de fissuras, mastite e dores nessa região.

Surgimento de fissuras

Como a amamentação é um processo novo para o corpo, principalmente para as mães de primeira viagem, é normal que a pele no mamilo e auréolas fiquem mais sensíveis. Dessa forma, a fricção realizada pelo bebê enquanto suga o leite favorece o aparecimento de rachaduras nos seios.

Mastite

Mastite é uma condição clínica ocasionada pela inflamação das glândulas mamárias, que pode ser acompanhada ou não de uma infecção por microrganismos.

São vários os motivos que podem levar à mastite, mas os principais são:

  • Rachadura nos seios: os machucados nessa região favorecem a entrada de microrganismos nas região que pode gerar um quadro infeccioso.
  • Produção excessiva de leite ou esvaziamento inadequado das mamas: essas duas condições caracterizam a chamada estase láctea, ou seja, há um acúmulo de leite nos seios. Isso pode levar tanto ao “empedramento” do leite ou ainda ao aparecimento de mastite.
  • Mamadas em horários regulares: isso favorece o acúmulo de leite que propicia o desenvolvimento de reação inflamatória nos seios.

Estratégias de alívio de dor

Existem algumas coisas que podem te auxiliar no controle da dor. Vamos listar algumas abaixo.

Uso de compressa de hidrogel

As compressas de hidrogel são ferramentas excelentes que podem ser usadas para evitar as dores nos seios. Elas possuem diversos benefícios, sendo os principais:

  • Proteção aos mamilos sensíveis
  • Promove a regeneração do seio em caso de rachaduras
  • Previne o surgimento de novas feridas

Entenda melhor como funciona a compressa de hidrogel clicando aqui. Fazer o esvaziamento correto do peito

O esvaziamento insuficiente ou inadequado do peito é uma das causas comuns para o surgimento dos incômodos. Por isso, é importante que você estimule o seu bebê a mamar ou então que você faça o esvaziamento do seio com o uso de bombinhas manuais ou elétricas.

Além disso, é importante que o bebê seja amamentado várias vezes ao dia e em horários distintos, para evitar o acúmulo de leite e inchaço nos seios.

Vale lembrar que nos primeiros meses de vida, o ideal é que seja feita a mamada por livre demanda, sem estipular horários fixos para amamentação. 

Pega correta durante a amamentação

Verificar se o bebê está fazendo a pega correta é essencial, pois esse é um dos motivos que podem levar ao surgimento de fissuras e aumento da sensibilidade no mamilo.

O correto é que o bebê segure o mamilo e parte da auréola fazendo “boca de peixinho” (com os lábios voltados para fora). Assim, ele consegue sugar o leite de forma correta sem precisar fazer muita força e fricção, evitando as dores.

Se você tem dúvidas sobre amamentação, conte com a Baby Central. Além de oferecermos diversos produtos úteis, também oferecemos o serviço de Consultoria de Amamentação, que tem a finalidade de orientar as mães durante o aleitamento.

Cremes ou pomadas para alívio de dor

O uso de cremes ou pomadas é uma estratégia muito útil para ajudar no controle dos incômodos durante a amamentação. Porém, não é qualquer produto que pode ser utilizado nessa região, pois podem fazer mal para o bebê.

Os cremes ou pomadas de Lanolina são muito recomendados e são ideais para esse período, sem trazer prejuízos para o seu bebê, ocasionando o alívio de dor, hidratação e prevenção de rachaduras nos seios.

A dor durante a amamentação não é um processo normal. Logo, se você sente algum desconforto, é bom se atentar para evitar o desenvolvimento de fissuras ou até mesmo de mastite. Com isso é possível realizar um aleitamento materno adequado e que seja benéfico tanto para a mãe quanto para o bebê, de forma segura e sem gerar dores.